ORLANDO

Quais Roteiros Fazer

Roteiro de duas semanas em Orlando

10 Mins de leitura
roteiro 14 dias em orlando

Viajar pra Orlando é o sonho de muita gente, né? O planejamento de uma viagem desse tipo pode ser cheio de detalhes e escolhas, mas, pra mim, o mais importante é ter um bom roteiro. 

Eu já vi muita gente que viajou sem roteiro e acabou voltando para o Brasil sem conhecer bastante coisa legal, viu? Por falta de tempo ou de organização, mesmo. 😣

Pra te ajudar nessa tarefa, que não é nada fácil se essa é a sua primeira viagem, eu montei um roteiro bem completo de duas semanas em Orlando.

Eu incluí aquelas atrações clássicas, lojas e restaurantes que não podem ficar de fora. Vem comigo, conferir esse roteiro com selo de aprovação d’O Nego Viaja. 👊🏾

🤔 Por que fazer roteiro para Orlando?

Já vou começar dizendo que, na minha opinião, tem que ter roteiro em toda viagem, principalmente aqueles destinos com muitas atrações.

Esse é o caso de Orlando, pra conhecer tudo, cada pedacinho, você teria que morar na cidade. Até eu, que já viajei para os EUA várias vezes, ainda me surpreendo. 😅

Por isso é tão importante montar um roteiro, incluindo aqueles passeios que não podem faltar, assim você não corre o risco de se distrair ou deixar pra depois aquela atração imperdível.

Imagina só ter que acordar cedo e decidir aonde ir naquele dia da viagem? E se nem todo mundo do grupo concorda? 

Só nessa conversa, já perderam um tempo precioso que poderia ser para um café da manhã diferente ou uma fila de atração. 

O roteiro pode ser do jeito que funcione pra você e seu grupo. Incluir só as atrações do dia, ou especificar até os horários de cada atividade. O importante é mapear direitinho quais serão os destinos! 👏🏾

📝 Guia pra montar seu roteiro

Pode parecer complicado, mas, na verdade, é bem tranquilo montar um roteiro de viagem. 🙆🏾‍♂️ 

Eu sempre monto os meus, baseando nas atrações que quero conhecer (ou repetir), minha lista de compras e restaurantes que quero experimentar. Claro, também adiciono o que as pessoas que viajam comigo querem fazer.

Se você não faz ideia de por onde começar o seu roteiro pra 15 dias em Orlando, dá uma olhada nas dicas que eu separei aqui. 👇🏾

  • Pesquise na internet: sempre olhe outros roteiros pra conhecer as atrações e restaurantes mais populares. Se quiser, pode se basear nesse que eu fiz, fique à vontade. 😅
  • Tenha uma lista de prioridades: sempre tem aquele parque, loja e restaurante que você não quer deixar de ir. Separe esses locais e coloque eles no roteiro antes de tudo, assim dá pra encaixar outras atividades “menos importantes” depois.
  • Saiba como usar o tempo: a viagem é bem cansativa, então não tente colocar mil atrações em um dia só. Isso pode acabar cansando seu grupo e fazendo que vocês percam um dia de viagem pra descansar. Seja realista no roteiro.
  • Leve a localização em conta: se já sabe onde vai se hospedar, veja quais atrações ficam por perto, assim sempre vai ter o que fazer durante a noite ou quando precisar de compras de última hora. 😀

✨ O que fazer com 15 dias em Orlando?

Duas semanas podem parecer bastante tempo, mas se não forem planejadas, passam em um segundo. 🤭

Por isso, montei um roteiro com as atrações principais de Orlando, incluindo alguns que eu indico pra comer e fazer compras. 

Claro, você pode adaptar esse roteiro da maneira que preferir. Com mais atividades infantis, mais dias de compras. Tudo vai depender do seu objetivo de viagem. 

Aqui vai o roteiro que eu recomendo para uma viagem em que você quer fazer de tudo: conhecer os parques, shoppings, restaurantes e tudo que Orlando tem a oferecer. 🙌🏾

✓ Dia 1 – Supermercado + Disney Springs

Quando chegar, você provavelmente vai estar cansado da viagem. Por isso, eu recomendo um passeio mais tranquilo e sem pressa.

Depois de ir até o hotel e deixar as bagagens, passe em um supermercado como  Walmart ou Target pra comprar lanches, água em garrafa e outras coisas que podem ser úteis durante as férias ou que você tenha esquecido no Brasil. 😝

Se chegou durante o dia e ainda tem tempo antes de dormir, eu recomendo passar no Disney Springs, o centro comercial da Disney. Ele é cheio de lojas, restaurantes e tem até música ao vivo, perfeito pro fim de noite!

✓ Dia 2 – Magic Kingdom

Vamos abrir a viagem com chave de ouro? O primeiro parque não pode ser outro, Magic Kingdom, ou o famoso “parque do castelo”. 😅

Chegue bem cedo pra assistir ao show de abertura ou já entrar na fila das atrações mais cheias. Algumas que não podem faltar de jeito nenhum são Big Thunder Mountain, Space Mountain, Haunted Mansion e Seven Dwarfs Mine Train

Aproveite também pra conhecer o Mickey no Town Square Hall e não vá embora sem assistir o show noturno ‘Happily Ever After’. É o mais incrível de Orlando. 😍

Se quiser saber mais sobre o parque e as atrações, eu tenho um guia completo do Magic Kingdom aqui no blog. 

✓ Dia 3 – Hollywood Studios + restaurante

O terceiro dia da viagem vai ser especial, principalmente para os fãs de Star Wars. É hora de conhecer o parque Disney’s Hollywood Studios. 👏🏾

Esse parque não é muito grande, mas, em compensação, tem algumas das melhores atrações da Disney. Acorde cedo pra tentar conseguir um lugar na mais concorrida delas: Rise of the Resistance

Além dessa, não podem ficar de fora: Tower of Terror, Slinky Dog Dash, Toy Story Mania, Rock ‘n’ Rollercoaster, Millenium Falcon – Smugglers Run e o show noturno Fantasmic!.

Esse parque não fecha muito tarde, então dá pra encaixar um restaurante depois do passeio, como o Olive Garden, que serve comida italiana. 😋

✓ Dia 4 – Compras

Depois de dois dias de parque, seus pés vão pedir por um passeio mais calmo, confia em mim. Então, nada melhor do que ir às compras. 🛍

E por que não começar nos queridinhos dos brasileiros, os outlets? Eu indico o Premium Outlets, Vineland e Marketplace. Se quiser saber mais, tem um post só sobre eles aqui no blog.

Também dá pra incluir o Florida Mall e o Mall at Millenia, dois ótimos lugares pra fazer compras, com lojas da Apple, Victoria’s Secret e M&Ms.

Durante a noite, eu indico passar em um restaurante como o The Cheesecake Factory ou o Shake Shack, pra fechar bem o dia. 🙆🏾‍♂️

The shopping mall Orlando premium outlet

✓ Dia 5 – Universal Studios

Hora de conhecer o famoso parque Universal Studios, um dos meus favoritos em Orlando. É nele que fica a montanha-russa Rock-It, a cidade dos Simpsons e uma das áreas inspiradas em Harry Potter. 😎

Falando nisso, se você for fã da saga, separe um bom tempo pra explorar o mundo de Harry Potter, pois além das atrações, existem várias lojas e restaurantes temáticos.

Existem muitas atrações neste parque, então eu recomendo fazer uma lista com as que você não pode ir embora sem conhecer e fazer por ordem de prioridade. 

✓ Dia 6 – Islands of Adventure + Citywalk

Aproveitando o embalo, no sexto dia eu indico partir para o Islands of Adventure, o segundo parque do complexo da Universal.

Nele, você não pode deixar de curtir a montanha-russa do Hulk, o simulador do Homem-Aranha e a nova atração de Harry Potter, a Hagrid’s Magical Creatures. A mesma regra de separar mais tempo na área do filme se você for fã continua valendo. 😁

Depois do passeio, se estiver com pique, dá pra passar no Citywalk, o centro de compras da Universal. Existem muitas lojas e restaurantes no local, então dá pra garantir o jantar. 

✓ Dia 7 – Busch Gardens

Continuando a aventura nos parques mais radicais, no sétimo dia eu indico visitar o Busch Gardens. Ele não fica exatamente em Orlando, e sim em Tampa (é do ladinho). 🤩

Esse parque tem atrações pra quem é forte do coração. As montanhas-russas são insanas, muito altas e rápidas, do jeito que eu gosto, rs. 

Quem não curte muito esse tipo de coisa ou prefere ficar com as crianças, vai se divertir também. O Busch Gardens tem uma área no estilo zoológico, com vários animais muito bem cuidados. 

Depois do passeio, você pode ir direto pro hotel ou passar em algum supermercado, ou farmácia, pra fazer algumas compras. 

✓ Dia 8 – Icon Park + restaurante

Um dia mais tranquilo pra descansar depois de ficar tanto tempo de cabeça pra baixo. 🤣 

O ICON Park tem várias atrações, incluindo uma roda gigante com mais de 120 metros de altura. Eu indico muito fazer o passeio na The Wheel, no Madame Tussauds, no SEALife Aquarium e no Museum of Illusions. Tudo isso fica dentro do ICON. 

Dá pra combinar esse dia com a reserva de algum restaurante mais concorrido, como o Red Lobster, Medieval Times, Planet Hollywood ou Hard Rock Cafe. 

✓ Dia 9 – Animal Kingdom

Voltando à programação de parques da Disney, no nono dia eu indico visitar o Animal Kingdom, um parque muito gostoso, o mais tranquilo do complexo.

Muita gente costumava dizer que esse era um parque de “meio-dia”, mas hoje em dia você vai precisar de um dia todo pra conhecer as atrações e áreas, principalmente a que é inspirada em Avatar. 🤩

Não deixe de conhecer as atrações: Flight of Passage, Expedition Everest, Kilimanjaro Safari, Festival of The Lion King e Dinosaur

Pra almoçar ou jantar, eu recomendo muito o restaurante Satu’li Canteen, a comida é uma delícia e dá até pra matar a vontade de um arroz com feijão. 👍🏾

✓ Dia 10 – Epcot

Pra fechar os parques da Disney em grande estilo, no décimo dia vamos dar a volta ao mundo. 😂

O Epcot é um dos maiores parques do complexo, e com motivo. Ele representa a ideia do Walt Disney de civilização e humanidade, pra isso, existem 11 pavilhões, cada um representando um país – Canadá, Reino Unido, França, Marrocos, Japão, Estados Unidos, Itália, Alemanha, China, Noruega e México.

As atrações imperdíveis são Test Track, Frozen Ever After, Mission: Space, Soarin’ e o show de fogos que estreia em breve, HarmonioUS. Pode preparar as pernas, pois esse é um dia em que você vai andar bastante. 🙋🏾‍♂️

✓ Dia 11 – Discovery Cove

Esse passeio é um dos mais caros, mas vale muito a pena. O Discovery Cove é um resort com poucas atrações, mas um serviço excepcional, perfeito pra relaxar. 

Você já deve ter ouvido falar dele, afinal, é o único lugar de Orlando em que você pode nadar com golfinhos. 😍

O ingresso pra essa atividade é pago à parte, mas o ticket do Discovery Cove já vem com a entrada para o Sea World, então vale a pena visitar os dois, não precisa ser no mesmo dia. 

Além de ter várias atividades interativas com animais e aquáticas, o Discovery Cove tem alimentação inclusa no ingresso, então não se preocupe em levar lanche. 

✓ Dia 12 – Compras + Disney’s Boardwalk

Depois de vários dias de parque, mais um com um pouco de calma. Juro, você vai me agradecer por isso. 😝

No dia 12, você pode visitar alguns centros de compras que ficaram pra depois, como as famosas lojas de departamentos. Indico passar na Ross Dress For Less, Macy’s, TJMaxx, Burlington e Nordstrom. 

Depois das compras, passeie pelo Disney’s Boardwalk, um resort lindo e que muita gente ignora na viagem, mas é perfeito pra um fim de noite tranquilo. 

Se escolher jantar por lá, eu indico o restaurante Big River Grille & Brewing Works. Caso queira uma opção mais animada, o bar Jellyrolls tem um duelo de pianistas muito legal!

✓ Dia 13 – Seaworld

Depois de descansar, é dia de mais um parque. Dessa vez, escolha o SeaWorld, principalmente se tiver visitado o Discovery Cove, já que vai ganhar o ingresso.

Além dos famosos shows das baleias (que você pode não assistir, se preferir), o SeaWorld é conhecido por suas montanhas-russas radicais, como a Mako, Kraken e Manta, imperdíveis. 

Como é um parque menor, dá pra juntar com algum restaurante mais rápido ou descanso no hotel mesmo, já que no décimo terceiro dia você provavelmente vai estar bem cansado. 🙃

Seaworld Orlando

✓ Dia 14 – Dia livre

Eu deixei o dia 14 como “dia livre”, pois nele você pode escolher o que fazer. Muita gente gosta de repetir algum parque como o Magic Kingdom, que é difícil de conhecer completamente em um dia. 

Ou talvez, você prefira usar esse dia pra riscar os últimos itens da lista de compras, conhecer alguma cidade perto de Orlando (como Winter Garden) ou resolver alguma coisa da viagem de volta que se aproxima.

De todo jeito, eu indico aproveitar muito e fechar com um restaurante, que pode ser novo ou algum que já visitou e gostou tanto que quer visitar de novo. 😜

✓ Dia 15 – Malas e aeroporto

Algumas pessoas viajam só à noite, e pra essas ainda dá tempo de curtir uma última atração ou passeio. 

Mas, como a maioria das pessoas viaja no meio do dia, eu indico separar os últimos momentos pra organizar e pesar as malas, separar os documentos e partir mais cedo pro aeroporto, pra evitar qualquer contratempo. 

Se tiver um tempinho pra matar no aeroporto, passe em alguma loja da Duty Free pra garantir as últimas comprinhas e presentes antes de voltar dessa viagem incrível. 🥳

📅 Qual a melhor época pra visitar Orlando?

Muita gente me pergunta qual a melhor época pra visitar Orlando e se tem alguma que não vale a pena. 

Eu já adianto: uma viagem pra Orlando é sempre especial, mas realmente em alguns meses dá pra curtir mais as atrações, já que as filas diminuem. 🤩

Eu observei que em maio, agosto, setembro, outubro e início de novembro, os parques estavam mais vazios. Ainda tem bastante gente, Orlando nunca fica vazia, mas é bem mais tranquilo.

Se quer saber quais meses evitar, eles são abril, junho, dezembro e janeiro. Nessas épocas, por causa das férias e feriados, a cidade fica lotada. 

Evite se der, mas caso não consiga, é só ter paciência que dá pra aproveitar muito a viagem. 😊

Aviso do Nego

Falando dos parques, em alguns dias da semana eles ficam mais vazios. Evite visitá-los no fim de semana e escolha qualquer dia menos segunda-feira pra ir ao Magic Kingdom.

💡 Dicas pra curtir mais a viagem

Com um bom planejamento, sua viagem pra Orlando tem tudo pra ser perfeita, sem dúvidas. O roteiro é a primeira parte disso. 👍🏾

Mesmo assim, se for a sua primeira viagem, podem acontecer alguns imprevistos bem chatinhos. Ninguém quer isso, né?

Por isso eu separei algumas dicas que podem te salvar em algumas situações, tornando toda a experiência bem mais tranquila. Confere aí. 

  • Planeje o transporte – Já aviso que Orlando não é ideal pra pedestres. As ruas têm pouquíssimos semáforos de travessia e o transporte público é bem desfalcado. Por isso, eu indico alugar carro ou usar aplicativos e transfers pra se locomover.
  • Use o FastPass – A Disney tem um sistema de ‘fura fila’ que funciona muito bem. É marcado por aplicativo ou no próprio parque. Use com sabedoria pra reservar horário nas atrações mais concorridas.
  • Chegue cedo – Essa dica vale pra todos os passeios, de parques até outlets. Chegando cedo você evita as filas e consegue promoções melhores nas lojas com liquidação.
  • Verifique horários de funcionamento – Antes de sair, sempre cheque os horários de funcionamento do passeio do dia, assim você evita surpresas quando algum lugar fechar mais cedo ou pior, nem abrir.
  • Compre os ingressos com antecedência – Já temos pouco tempo nos parques, imagina se gastarmos essas horas preciosas na bilheteria? Saia do Brasil já com ingressos pra evitar esse tipo de situação.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *